Miss Cantine

11 chaves para uma feliz maternidade

Poucas coisas na vida podem ser comparadas à experiência de ter filhos. É uma aventura que traz consigo muitas emoções e nos ajuda a conhecer habilidades e habilidades que não sabíamos que tínhamos. Mas também pode ser esmagador e cansativo.

Pessoalmente, acho que a maneira como vivemos a maternidade depende muito da nossa atitude e do nosso modo de pensar. É por isso que hoje eu quero compartilhar você 11 chaves para viver uma maternidade feliz.

Sou mãe há três anos, não me considero especialista, acho que nesse caminho aprendi algumas coisas que me ajudaram a ter uma experiência melhor com a maternidade todos os dias. E como penso que coisas boas e que nos fazem felizes devem ser compartilhadas, hoje compartilho essas 11 chaves que me ajudaram a viver uma maternidade feliz.

1) Confie no seu instinto

Comece com algo que às vezes as mães duvidam: nosso próprio instinto. Quando somos mães de primeira viagem ou vivenciamos uma situação pela primeira vez, é comum sentirmos insegurança ou até duvidar de nossas habilidades.

Confie no seu instinto e ouça-o, é muito sábio. Se há algo que lhe causa insegurança, dúvida ou medo, não faça isso. É verdade que toda mãe sabe o que é melhor para seu bebê. Ouça o que seu coração dita.

2) Peça ajuda

Uma das coisas pelas quais sou grato por ser mãe é que conheci minhas habilidades completamente e Eu percebi que sou mais forte do que eu pensava. No entanto, isso não significa que eu sou a mulher maravilha e que nunca me canso.

Nós, mães, temos o direito de pedir ajuda e devemos fazê-lo. Vale a pena sentir-se cansado, vale a pena esmagar ou sentir-se oprimido se tivermos um dia ruim. E vale a pena pedir ajuda. Você não é uma mãe ruim por precisar de ajuda, é uma pessoa e, como qualquer ser humano, às vezes precisa de uma ajuda.

3) Pausa

Isso anda de mãos dadas com o ponto anterior, peça ajuda. Com a rotina de nossas mães, é normal que nosso dia-a-dia corra de um lugar para outro, por causa de nossas múltiplas responsabilidades como mulheres e mães. Muitas mães poderiam resumir seu dia em: levante-se, corra de um lado para o outro e caia na cama depois que as crianças dormem.

Alto. Faça uma pausa e respire. O mundo não vai parar ou a casa vai cair se você parar por alguns minutos para tomar um ar fresco e esclarecer suas idéias.

4) Ter expectativas reais

Algumas mães “chegam” à maternidade para encontrar uma surpresa: Não é o caminho das rosas que imaginamos. A maternidade é uma experiência que nos enche de alegria, mas também é um dos trabalhos mais exigentes e devemos estar plenamente conscientes disso para não nos sentirmos frustrados.

Todos teremos bons e maus dias. Haverá dias em que tudo será alegria, abraços e sorrisos, e talvez outros em que as birras sejam os protagonistas do dia. Está bem, é completamente normal e isso é verdadeira maternidade.

5) Pesquise sua tribo

Eu já disse isso antes e repito: é mais fácil ser mãe se você tem uma tribo. Contando com um grupo de mulheres que estão passando pela mesma coisa que você e que compartilham seus ideaisAjuda a não sentir que você está ficando louco ou que está falhando como mãe.

Encontre sua tribo, em sua cidade ou na escola de seu filho. Se você mora em uma cidade onde não conhece ninguém, procure lugares para conversar com mães ou participe de comunidades on-line de mães que compartilham seu estilo de maternidade.

6) Tire um tempo para si mesmo

Quando somos mães, é fácil esquecer a importância de ter tempo para nós. Entre a casa, as crianças, nosso parceiro, o trabalho e todos os brincos que surgem, acabamos sendo a última coisa que lembramos ou, se o fizermos, partimos para mais tarde.

Mas é importante que você dedique tempo a si mesmo, procure atividades que o façam se sentir bem e encontre esses momentos durante o dia para se dar tempo para a mãe. Porque se você estiver bem, seus filhos também serão.

7) Nunca se compare com outras mães

Um erro no qual muitas pessoas caem, com ou sem filhos, está se comparando aos outros. Sempre haverá alguém com um carro mais novo, uma casa maior, um emprego melhor remunerado ou uma família que pareça perfeita, mas comparar-nos a eles não nos fará melhorar ou nos sentirmos bem consigo mesmos. Na maternidade acontece o mesmo

Cada mulher vive sua maternidade de uma maneira única e diferente da das outras mães.. Embora possa não parecer, todos temos bons e maus dias, todos passamos por essa aventura imprevisível. Todos fazemos o melhor que podemos e o que é melhor para a nossa família.

8) Aprenda a deixar ir

Uma grande lição que a maternidade nos deixa é aprender a deixar ir. Nós carregamos nossos bebês em nossas barrigas, nós os temos atraentes e então temos que aprender a deixá-los ir lentamente para o mundo. Mas este ponto é sobre outro tipo de coisas que devemos liberar: as opiniões dos outros.

A partir do momento em que engravidamos, é comum receber conselhos após conselhos – o que certamente vem com a melhor das intenções – e chega um momento em que estamos sobrecarregados. Vamos ouvir, vamos pegar o que nos convém e deixar o resto.

O mesmo vale para opiniões não solicitadas ou para aquelas que de alguma forma nos criticam ou nos fazem sentir mal. Nós não permitimos isso. Sempre haverá alguém que discorda das decisões que podemos tomar. Se desejarmos, podemos ouvi-los para conhecer outro ponto de vista, mas não permitimos que isso nos afete ou incomode.

9) Escolha suas batalhas

Este ponto é semelhante ao anterior, no sentido de liberar ou deixar ir algumas coisas. Como mães, podemos ter um padrão ou certas expectativas sobre o que queremos alcançar, e isso é bom. Mas haverá dias ou situações em que devemos escolher se vale ou não a pena gastar tempo.

Por exemplo, haverá dias em que seu filho comerá tudo o que você serve com um grande sorriso. Haverá outros em que não há poder humano para fazê-lo sentir o gosto. Acalme-se, respire e não force a situação, você tentará novamente mais tarde. Às vezes vencemos, às vezes perdemos e, como diz a frase: às vezes é melhor ter paz do que estar certo.

10) Leve as coisas com humor

Eu acho que o senso de humor é essencial para não enlouquecer ser mãe. Centenas de coisas acontecem conosco na maternidade que provavelmente nunca imaginamos que aconteceria e ajuda muito levá-las com humor. Aprenda a rir de si mesmo e das loucuras ou travessuras de seus filhos. Um dia eles crescerão e você sentirá falta desses momentos.

11) Aproveite

E por último mas não menos importante: desfrute da maternidade. Com todo o bem e o mal que isso traz, com risadas e lágrimas. Com os momentos ternos e caóticos. Abrace, aproveite. O tempo passa, aproveite cada momento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *