Miss Cantine

25 alimentos que ajudarão a manter a acidez afastada

O azia ou azia Ocorre quando o ácido estomacal retorna ao esôfago, causando queimação ou sensação de queimação no peito e na garganta. Existem várias causas que fazem com que apareça, como certos alimentos ou bebidas alcoólicas, e durante a gravidez é um dos desconfortos digestivos mais comuns.

Existem alguns medicamentos para reduzir os sintomas, mas a melhor maneira de evitá-lo é com alimentos adequados. Nós compartilhamos você 25 alimentos que ajudarão a manter a acidez afastada.

Abobrinha

Com um alto teor de vitaminas, minerais, carboidratos, fibras e água, a abobrinha é um dos vegetais digeríveis mais leves e fáceis que nos ajuda a evitar a acidez, porque protege o sistema digestivo e também nos ajuda a cuidar da saúde do sistema nervoso e do sistema imunológico.

Você pode apreciá-lo em uma ampla variedade de alimentos, como usá-lo em vez de macarrão ou espaguete ou enchê-los com frango ou atum. Diretamente ao paladar, compartilhamos 23 pratos para preparar e consumir este delicioso vegetal.

Cenoura

É o vegetal estrela, porque além de ter uma fonte de vitaminas e minerais, seu alto teor de beta-caroteno ajuda a regenerar a mucosa digestiva, para evitar o envelhecimento das células da pele e melhorar a visão. Para nos ajudar a combater azia, podemos consumi-las no vapor ou em um ensopado.

Brócolis

É rico em carotenos, vitamina A, vitamina C, selênio, potássio, cálcio vegetal, vitaminas do complexo B e proteínas vegetais. Além disso, o brócolis tem um alto teor de fibras, o que nos ajuda a purificar nosso corpo, digerir melhor as gorduras e eliminar toxinas que causam problemas de estômago e saúde.

Recomenda-se consumi-lo apenas no vapor ou incluí-lo em saladas para preservar suas vitaminas e minerais.

Couve-flor

Na mesma família dos brócolis, a couve-flor é rica em fibras, beta-caroteno, vitaminas C e K, além de minerais antioxidantes. Também podemos saborear no vapor ou em saladas.

Feijão verde

O feijão verde, além de ser uma boa fonte de cálcio, eles são ricos em magnésio, um mineral que nos dá um efeito calmante e ajuda a manter a acidez sob controle. Podemos incluí-los em nossa comida em receitas para saladas, sopas e também apreciá-los cozidos, assados ​​ou cozidos no vapor.

Aipo

O aipo, que à primeira vista parece apenas um alimento que nos ajuda a perder peso, é uma fonte de inúmeras vitaminas, incluindo vitamina A, B1, B2, B6, B9, C e E, além de ter minerais como potássio e magnésio, que, como sabemos, ajudam a controlar a acidez. Ele também tem alto teor de fibras, por isso nos ajuda a liberar resíduos e toxinas do nosso corpo.

Espargos

Além de ser um poderoso antioxidante, o aspargo eles são uma fonte de fibra, fósforo, magnésio e potássio, além das vitaminas A, C, E e K. Além disso, sendo um alimento diurético, ajuda na retenção de líquidos.

Podemos consumi-los cozidos no vapor, assados ​​ou em um delicioso creme, acompanhado por outros vegetais.

Batata

Graças às suas propriedades, batatas ajudar a neutralizar o efeito de sucos gástricos, mas é importante enfatizar que eles devem ser consumidos cozidos, cozidos no vapor ou assados ​​e evitar fritá-los, para que realmente ajudem a manter a acidez afastada.

Banana

Famosa por ser rica em potássio e rica em fibras, a banana é um dos melhores alimentos para cuidar do estômago, graças à sua propriedades alcalinizantes que neutralizam o ácido. Além de apreciá-lo como lanche, podemos incluí-lo em várias receitas e consumi-lo em biscoitos, panquecas ou batatas fritas.

Maçã

Uma das frutas mais recomendadas em qualquer idade e condição, a maçã traz várias propriedades e benefícios ao nosso corpo. Além de ser uma fruta hidratante, ajuda a reduzir o acúmulo de líquidos e sua alto teor de fibra Isso nos ajuda a evitar constipação e outros problemas intestinais. Além de apreciá-lo fresco, podemos incluí-lo em várias receitas.

Pêra

Graças ao seu alto teor de vitaminas e minerais, além de nos ajudar a prevenir o aparecimento de anemia, a pêra ajuda a regular o sistema digestivo e, portanto, combater a acidez. Além disso, ser uma boa fonte de fibra também nos ajuda a regular o trânsito intestinal.

Uvas

Além de ser uma das frutas mais leves e deliciosas para desfrutar, as uvas são ricas em ferro e potássio e não contêm colesterol ou sódio, cuidando da saúde de nossos intestinos, rins e fígado. Podemos consumi-los como um lanche fresco entre as refeições.

Cáqui

Além de oferecer uma grande variedade de nutrientes, como vitamina A e carotenos, o caqui é muito útil quando cuidar do trânsito intestinal do organismo por sua fibra e poder adstringente, além de possuir propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Podemos apreciá-lo como um lanche saudável entre as refeições, ou em receitas de bolo e creme.

Melão

O melão é uma fruta muito saciante, com muitos benefícios, porque entre seus minerais destaca a contribuição do potássio, bem como o seu teor de magnésio. Também fornece carotenos e vitamina A em altas proporções, além de vitamina C e uma variedade de vitaminas do complexo B.

Você pode consumi-lo fresco como um lanche saudável ou incluí-lo em receitas de saladas.

Mamão

Além de ter um alto valor nutricional, o mamão contém papaína, uma enzima semelhante à pepsina que é muito benéfico para o sistema digestivo. Portanto, seu consumo nos ajudará a melhorar a digestão e evitar problemas como gastrite, gases, digestão pesada e acidez irritante. Pode ser saboreado fresco, em saladas ou em sucos.

Melancia

Melancia contém ácido fólico, potássio, magnésio, fibras e carboidratos. É uma fruta hidratante, limpadora e com alto teor de antioxidantes. Podemos apreciá-lo fresco ou em sucos.

Pêssego

Contém altos níveis de vitaminas A e C, além de magnésio, potássio e iodo. Além disso, é uma boa fonte de fibra, que ajuda processos digestivos.

Aveia

É um dos cereais mais ricos em fibras, que também possui gorduras insaturadas e contém vitaminas de potássio, magnésio, cálcio e B. Devido à sua grande quantidade de fibras solúveis, ajuda a regular o trânsito intestinal.

A aveia pode ser incluída em várias receitas, por isso compartilhamos 27 ideias de receitas saudáveis ​​para você aproveitar.

Arroz

O arroz, branco ou marrom, também é um dos alimentos que ajuda a combater azia, e com esse objetivo em mente, podemos prepará-lo com abóbora e cogumelos.

Frango

Quanto às carnes, a melhor coisa para manter a acidez afastada é a carnes brancas como frango, mas devemos consumi-lo sem pele e, de preferência no forno ou no vapor e adicioná-lo a uma salada.

Turquia

Como frango, a carne de peru ajuda a evitar azia e devemos cozinhá-lo sem gordura ou muitos condimentos ou especiarias. Podemos apreciá-lo no forno ou em sopas.

Peixe

Outro alimento recomendado para consumir quando a acidez é o peixe, de preferência cozido no vapor ou assado. É importante lembrar que durante a gravidez existem certos tipos de peixe e marisco que são proibidos, portanto, devemos escolher opções seguras, como o salmão.

Amêndoas

Como outras nozes, as amêndoas são uma fonte de gorduras e proteínas vegetais, além de ser uma ótima fonte de fibras e fornecer vitaminas e minerais, incluindo potássio, magnésio, fósforo e cálcio, vitamina E e grupo B Eles também têm um efeito prebiótico em nossos intestinos e, portanto, podem ser úteis para cuidar da flora intestinal.

Azeite de oliva

Além de ter um alto valor nutricional, o azeite pode ajudar a acalmar a acidez. Ao tomar uma colher, ele age como um filme protetor no estômago, que evita o efeito dos ácidos gástricos e ajuda a neutralizar o desconforto e a queimação que isso poderia causar.

Iogurte natural

Um alimento que funciona para aliviar o desconforto da azia e também para evitá-los no futuro, é o iogurte natural, um probiótico essencial que nos ajuda a proteger nosso sistema digestivo.

Leite desnatado (com medida)

Beber leite desnatado pode ajudar a reduzir o desconforto da azia, mas é importante não exceder seu consumo, pois, em vez de ajudá-lo, pode piorar.

Azia na gravidez, como aliviá-lo?

Recomendações gerais

Além de fazer alterações em nossa dieta e incluir os alimentos que recomendamos para manter a acidez afastada, há outras coisas que podemos fazer para evitar sua aparência e diminuir seus sintomas. Algumas dicas são:

  • Faça mais pequenas refeições por dia. Em vez de comer três vezes ao dia com grandes porções, tente comer seis ou sete vezes em tamanhos menores

  • Acompanhe as refeições sempre com água e não outras bebidas, mas tente não beber muito ao comer e, de preferência, beba mais entre as refeições.

  • Mantenha-se na posição vertical depois de comer e tente não comer antes de dormir. Se precisar descansar, faça-o sentado ou com a cabeça e as costas levemente levantadas.

  • Evite comer alimentos com muitas especiarias, bem como frituras e grelhados. De preferência que tudo é cozido, cozido no vapor ou assado.

  • Evite alimentos que aumentem o nível de acidez, como muito gorduroso, picante e cítrico.

  • Igualmente, evite beber bebidas como café, refrigerantes com cafeína ou teine, bebidas muito açucaradas e com bolhas, porque eles também favorecem a queima.

Com essas dicas e nossa lista de comida para manter a acidez afastada, esperamos que você possa reduzir sua aparência, bem como os inconvenientes que ela apresenta e aproveitar a hora da refeição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *